Em clima de happy hour, o fotógrafo e escritor Antônio da Cunha Penna reuniu os amigos da imprensa e colaboradores na terça-feira (21), na Tulha do Casarão Cultural, para falar sobre seu novo livro, Nos Tempos do Bar Rex. Penna é uma das raras figuras que ainda se preocupa em perpetuar a memória de Indaiatuba, mas de uma maneira que vai além do didatismo e das regras exigidas aos profissionais de História. Consegue extrair do aparentemente ‘banal’, algo muito mais que essencial.

“Gosto de histórias nanicas, aquelas que não são oficiais e estão na boca do povo”, ressalta Penna. Gay Talese, autor de livros como Fama e Anonimato e criador na década de 1960 do Novo Jornalismo, também chamado de jornalismo literário, costuma afirmar que as verdadeiras histórias estão ‘lá fora’ e que para encontrá-las, basta sair andando pelas ruas de qualquer cidade. E é exatamente isso que Penna faz: dá voz àqueles que cometem o ‘crime’ de guardar para si mesmo memórias tão deliciosas.    

Um livro imperdível para quem quer aprender um pouco da história de Indaiatuba. O lançamento oficial acontece dia 30 de setembro, a partir das 19 horas, no Indaiatuba Clube. Na ocasião, o repertório trará músicas da época. No bar, drinques que fizeram sucesso no Bar Rex. Um microfone estará à disposição de quem quiser contar outras histórias. O livro estará à venda por R$ 35. No dia seguinte, passa a custar R$ 40 e pode ser encontrado nas livrarias locais, Fundação Pró-Memória e no Silva & Penna Imagens.