URGENTE

Post Top Ad

Your Ad Spot

01 junho, 2009

Orquestra Sinfônica Jovem

O maestro Luís Maurício Carneiro (Crédito: Fábio Alexandre)

Um verdadeiro show, do início ao fim, o projeto Trilhas da Natureza, criado pela montadora Toyota, que brindou a população de Indaiatuba e região no sábado, dia 30. Durante o dia, milhares de pessoas passaram pelas oficinas oferecidas em parceria com a ONG S.O.S. Mata Atlântica, com direito a fila nas atrações.

A primeira atração cultural foi a Orquestra Sinfônica Jovem, que fez sua estreia em Indaiatuba e comprovou que tem um futuro brilhante pela frente. Na batuta, o maestro Luís Maurício Carneiro comandou um grupo de jovens – e prodigiosos -estudantes de música, a maioria do Rio de Janeiro e São Paulo. No repertório, grandes clássicos da música erudita. Mas foi o final que levantou o público e arrebatou o coração daqueles que ainda estavam em dúvida.

A Orquestra cai no samba (Crédito: Fábio Alexandre)

Ao som de Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, a Orquestra literalmente se levantou e passou a executar coreografias pra lá de ensaiadas. O gran finale ficou por conta da percussão, que transformou o sisudo concerto em um verdadeiro ensaio de escola de samba, com direito a integrantes da Sinfônica dando verdadeiro show e mostrando que têm muito samba no pé. Simplesmente sensacional!

Ao final do concerto, o maestro falou rapidamente com o Click Indaiá Online. “Iniciamos os trabalhos há pouco mais de um mês, pois possuíamos como base uma orquestra que eu regia em Campos, no Rio de Janeiro”, conta. “Juntamos alguns talentos vindos de São Paulo e outras regiões do Brasil, todos vindos de realidades diferentes, mas com a mesma paixão pela música”, acrescenta.

Orquestra completa após a apresentação (Crédito: Fábio Alexandre)

O maestro conta que a Orquestra não terá uma formação fixa. “Estaremos sempre dando chance a novos talentos”, enfatiza. Sobre a mistura entre o erudito e a MPB, Carneiro é enfático. “O repertório europeu é o berço da música clássica, mas isto não nos impede de buscar novos caminhos para aproximar o público”, observa. “Por isso ensaiamos todo os dias: para alcançar um diferencial e ‘quebrar o gelo’ em nossas apresentações”.

Carneiro ressaltou ainda a importância do projeto capitaneado pela Toyota. “A estrutura está linda e o melhor de tudo é esta interação e o respeito pela natureza”, ressalta. Para encerrar, aproveita para agradecer o público. “Teve gente que ficou do início ao fim e enfrentou o sol para nos acompanhar. Nosso muito obrigado a todos e esperamos voltar a Indaiatuba muito em breve”.

PS: Em contato com o blog, o maestro nos informa que a base da atual formação conta com 90% de jovens músicos pertencentes à Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino, com base na cidade de Campos, no Rio de Janeiro, e não em Macaé, como havíamos informado anteriormente. Desculpem nossa falha!

Um comentário:

tamires disse...

Prezados senhores,

Parabenizo pela matéria referente à atuação da Orquestra Sinfônica Jovem do Brasil e aproveito para ressaltar um equívoco no texto, pois a cidade de Macaé não tem nada haver com o trabalho, pelo contrário, estivemos ensaiando na cidade de Campos-RJ pelo período de um mês e na formação desta orquestra, contamos com 90% de jovens músicos pertencentes à Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino.
Solicito correção.
Atenciosamente.

Mo.Luis Mauricio Carneiro

Páginas