Crédito: DivulgaçãoO texto do americano Eric Bogosian esperou 11 anos para ganhar sua versão brasileira. Seu título original, Pounding Nails in the Floor with My Forehead, em português ganhou a expressão que faz jogo com o duplo sentido de ameaçar o crânio por um prego ou de que ele já esteja fincado em uma mente perturbada. Em Prego na Testa, os Parlapatões contam com tradução, adaptação e direção do dramaturgo Aimar Labaki e interpretação de Hugo Possolo. O espetáculo é atração por volta das 23 horas, na Sala Acrísio de Camargo.

Prego na Testa foi grande sucesso nos EUA com a interpretação do próprio autor. Duas de suas peças foram transformadas em filmes de grande impacto – Talk Radio e Suburbia (que já teve montagem paulista). Mestre em expor o ridículo da neurose urbana, desenha aqui vários tipos que vão do esquisito ao hilariante, sempre instigando a platéia a reações que vão da gargalhada à angústia.

A tradução e adaptação de Aimar Labaki além de situar aspectos da realidade brasileira, reordena condições de ritmo e síntese a serviço da força poética de cada cena. Insere os personagens em contextos mais determinados, o que consolida o elo entre eles e deixa espaço para a interpretação fluir. “Os Parlapatões sempre apontaram para a mesma direção, quer seja em espetáculos de puro divertimento, quer seja em propostas mais arrojadas, o riso é sempre garantido, e a reflexão também”, garante Labaki.

Em sua nova montagem os Parlapatões optaram por um texto sem piedade ou compaixão, com um humor nervoso, sobre a incapacidade humana de superar seus conflitos mais banais. Uma atração simplesmente imperdível!