Particularmente, respeito e admiro o significado do Natal. Mas sinceramente, não sou muito fã do aspecto festivo da data. Alheio aos aspectos religiosos da ocasião, a data é reservada apenas aos glutões e para o reencontro com aquela tia velha que vira pela última vez exatamente no último jantar de Natal.

Sinto que muitas vezes falta alguma coisa, um algo mais, um plus para transformar o Natal em algo realmente bacana. Talvez o melhor mesmo seja se dignificar religiosamente falando, antes de cometer todos os excessos (e pecados) possíveis na noite de Réveillon.

papai_noel_dance