URGENTE

Divagações - Fazer ou Construir um Blog?

Identidade1

Identidade. Todo este post se resume a isso. Identidade. Oras, assim como qualquer publicação impressa, um blog necessita de uma “cara”, precisa ser idealizado com uma missão a seguir, metas a alcançar. Estes são “detalhes” que diferenciam qualquer projeto “bloguístico”. É o que define se irei fazer ou construir um blog. Números oficiais indicam que, desde o surgimento do primeiro blog, em 1999, nada menos que quatro milhões de blogs surgiram em todo o mundo. E estes números são de 2007. Ou seja, já devem ter aumentado consideravelmente. Por isso, antes de tudo, o surgimento deste novo fenômeno da grande rede deve ser encarado com seriedade.

“Blog é a contração da expressão inglesa weblog. Log significa diário, como o diário de um capitão de navio. Weblog, portanto, é uma espécie de diário mantido na Internet por um ou mais autores regulares. Normalmente apenas um, algumas vezes dois ou três, raramente mais de três”. Esta é a definição do jornalista e radialista Hugh Hewitt, colunista do The Daily Standard, a edição on-line da revista The Weekly Standard, e do WorldNetDaily.com, autor do livro Blog: Entenda a Revolução que Vai Mudar Seu Mundo, da editora Thomas Nelson Brasil.

Contudo, assim como qualquer produto da grande rede, os blogs sofreram “mutações” e deixaram de ser apenas diários da grande rede para se tornarem informativos, com focos voltados à política, música, livros, sexo, e muitos outros assuntos que atraíam milhões de leitores diariamente. Outros se voltaram ao humor, outros a transmitir mensagens de religiões ou seitas “alternativas”. Mas todos, sem exceção, procuram levar sua mensagem da maneira direta. E isso não deixa de ser perigoso, pois não existe uma política de controle para tudo que chega à Internet.

Nova Mídia

Nova Mídia

No entanto, nos últimos anos, os blogs tornaram-se ferramentas para que profissionais das mais diversas áreas possam compartilhar suas idéias, opiniões e projetos. Colunistas surgem diariamente, com muito a dizer, erguendo e derrubando impérios. Eis a nova mídia. “Não importa o que você é ou o que você faz: todo o mundo da informação passou por uma grande revolução, e essa revolução está se estendendo a todos os cantos do planeta. Hoje, todo mundo é um jornalista em potencial. Qualquer um pode ter um blog e um celular com câmera para tirar uma foto. É algo a se pensar. Muito seriamente”, analisa Hewitt.

Por isso, muitos blogueiros vêm conquistando seu espaço em áreas que, muito provavelmente, nunca haviam pensado em atuar. O publicitário Antonio Tabet, do excelente blog Kibe Loco, por exemplo, atualmente é redator do programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo. E muitos outros casos como este podem ser observados. “A mudança não está a caminho, mas já aconteceu. A informação está sendo absorvida de formas novas e inacreditavelmente diferentes a partir de fontes novas e até recentemente desconhecidas. Seus clientes, seus concorrentes, seu público estão mudando. Você precisa pensar nisso”, observa o autor do livro.

Sendo assim, alguns fatores definem o sucesso ou o insucesso de um blog. O primeiro – e mais importante – é a rapidez pela qual a informação chega ao leitor. Quantas vezes não me amaldiçoei por inserir um conteúdo no Click Indaiá OnLine com dias de atraso. Oras, eu sabia que o assunto já havia “esfriado”, o interesse havia diminuído. Mas não ser blogueiro em tempo integral tem seus castigos. Porém, rapidez nada significa se o CONTEÚDO de seu blog for irrelevante. E é aqui que retornamos ao ponto inicial de nosso post: IDENTIDADE.

Algo a Mais

Ao iniciar um blog, você precisa definir se irá fazer ou construir um blog. Fazer um blog é fácil. Reúna o conteúdo de seus e-mails ou notícias de outras mídias e simplesmente “jogue” na sua página. Ela correrá o risco de se tornar um veículo “terceirizado” de notícias alheias. Parecerá uma página dos Classificados de qualquer jornal impresso do mundo.

Já construir um blog exige criatividade. Oras, você pode usar a fórmula descrita acima. “Jogue” as informações, mas invente, crie um modo de torná-las mais prazerosas ao leitor, estabeleça regras para que estas notícias ganhem um algo a mais, que levem o internauta a visitar sua página regularmente. E é exatamente este ALGO A MAIS que os blogs exigem atualmente, e a liberdade de criação de um blog oferece todas as ferramentas para isto. Depende única e exclusivamente de quem está no “comando” do teclado.

Isto é construir um blog. É transformar um terreno vazio em algo concreto, no qual milhares de leitores queiram “morar” ou “visitar” regularmente. E este não é um desafio qualquer. Milhões de blogs ao redor do mundo trazem características e identidades únicas. Visite estas páginas e extraía um pouco de cada uma delas, acrescente seu toque pessoal e arrisque-se. Mesmo há quase um ano na blogosfera, ainda luto diariamente para alcançar a fórmula que virei a considerar “ideal”, muito embora este termo seja muito particular. O meu ideal pode não ser o seu ideal. Mas crie, invente, faça diferente. Se esforce para que seu blog não se torne apenas mais um entre tantos outros que surgem diariamente, nos cantos mais remotos do globo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.