URGENTE

Post Top Ad

Your Ad Spot

24 abril, 2008

Divagações - Imprevistos Acontecem

“Imprevistos acontecem”. Oras, o verdadeiro infeliz que inventou tal frase deveria ser esquecido por toda a eternidade. Se tanta infelicidade por si só não fosse suficiente para uma condenação rápida e mortal, então o que diriam aqueles milhões que diariamente são atingidos por tal “verdade”? Seriam capazes de arrancar seu couro em um ataque de raiva, em um ato exagerado de ódio impensado.

Imprevistos são atos previamente arquitetados, que facilmente poderiam ser evitados. No entanto, nunca seremos humanamente fortes o suficiente para admitir nossa fraqueza. Nos faltará muito mais que força, mas a franqueza para enfim perceber que somos capazes de errar. E feio. E quando finalmente o imprevisto se fizer presente em nossa vida, diremos que a culpa é dele, afinal de contas, não esperávamos que aquilo poderia acontecer, não é mesmo?

Imprevistos são resquícios de fraquezas do nosso eu que ficaram no passado, ganharam força e agora retornam para cobrar o esquecimento. São sentimentos, ações e atos que deixamos de executar por completo, e agora, remontados no mais puro sentimento de vingança, estão de volta para cobrar sua dívida. Mas como pagar por aquilo que exatamente tentou-se esquecer, jogar para debaixo do tapete? Impossível.

O imprevisto, enfim, fez-se presente. Chegou jogando pesado, querendo tirar aquilo que mais amo fazer. Tentei parecer surpreso, transmitir ou dividir a culpa. Oras, e quem poderia dizer que, justo ele, seria o mais inocente de todos? Agora o jeito é abraçá-lo, trazê-lo novamente para um caminho sem novas surpresas desagradáveis. Eliminar o imprevisto de uma vez por todas, mas com todo carinho que minha humilde existência pode conceber. Olhar para o espelho e admitir: “Fiz cagada!”. Limpar a sujeira e continuar em frente, comprovando a si mesmo que nada é impossível.

Nenhum comentário:

Páginas