Procon recomenda cuidados extras nas compras de final de ano

O Procon Indaiatuba, vinculado à Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos, aponta recomendações, divulgadas pela Fundação Procon, para que o consumidor tenha tranquilidade e direitos preservados ao realizar suas compras de final de ano. Com as ruas e o comércio cheios, cuidados extras podem evitar frustrações e dores de cabeça aos compradores. A atenção redobrada vale também para a internet. Confira algumas dicas:

Crédito: Eliandro Figueira - SCS/PMI
- Sempre realize pesquisas de preços nas diferentes redes de supermercados e lojas de brinquedos, pois os valores podem apresentar variações de até 30 ou 40%

- Quando possível, dê preferência ao pagamento à vista, já que o parcelamento sempre inclui juros e pode acabar pesando no bolso do consumidor com a chegada das despesas e impostos de início de ano

- Evite fazer compras muito em cima da hora. Além de correr o risco de não encontrar o produto desejado e ter que enfrentar lojas lotadas, aquisições feitas pela internet podem apresentar atrasos na entrega

- Na hora de escolher produtos alimentícios para a ceia de Natal, não esqueça de checar sempre a validade de artigos perecíveis

- Nas compras pela internet, pesquise se o site é confiável. Informações sobre reclamações e problemas podem ser consultadas no site da Fundação Procon (www.procon.sp.gov.br) e no Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br). Desconfie sempre de ofertas com preço muito abaixo do mercado e promoções duvidosas

- Antes de realizar a compra pela internet, certifique-se que seu computador dispõe de um bom antivírus, evitando que seus dados pessoais, senhas de cartão de crédito e outros dados sejam copiados por programas maliciosos

- É bom lembrar que em compras online o consumidor está amparado pelo artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, que garante o direito de desistir ou cancelar a compra em até sete dias a partir da data da aquisição. Esta medida é válida para compras pela internet, correio, telefone e a domicílio, ou seja, todas as aquisições realizadas fora do estabelecimento comercial

O Procon Indaiatuba atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Avenida Francisco de Paula Leite, 2.263, no Jardim Kyoto, ou pelos telefones (19) 3834-7601 e 3835-6200. É o principal órgão de defesa do consumidor e está ligado à Secretaria Estadual de Justiça. Em Indaiatuba, existe desde 1989, vinculado à Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos, e o seu maior objetivo é resolver problemas no relacionamento entre empresas e clientes, sempre de maneira amigável. 

Quando a reclamação é feita, o Procon notifica a empresa e pede os devidos esclarecimentos. Não ocorrendo o acordo, o órgão orienta o consumidor a entrar com processo judicial no Juizado Especial de Pequenas Causas.

0 comentários: