Divagações – O que Faz Você Feliz?

'O que faz você feliz?'. Pode parecer um simples refrão de comercial televisivo, mas será que não vale a pena parar para refletir sobre? O que REALMENTE lhe faz feliz? É possível identificar tais momentos com a facilidade que parece evidente na telinha? Ou será que é verdade que a felicidade está nas pequenas coisas? Quão pequenas elas devem ser para não serem insignificantes? Ou estaria você exigindo demais da felicidade, esperando que ela apareça na figura de um cara simpático, bonito e apaixonado, ou de uma mulher independente, apaixonada e dedicada única e exclusivamente a você?

Estar com os amigos faz você feliz? Oras, no meu caso faz. Mas é notório que não basta. Estar com sua família lhe faz feliz? Deve fazer, principalmente quando se reencontra uma pessoa que há tempos está longe de seu convívio, mas nem por isso deixou de ser querida. Muitas vezes não, pois nem sempre chegamos a um denominador comum. Mas então, o que lhe falta, qual é o último e definitivo detalhe para que possamos encher o peito e gritar: 'eu sou feliz'?

Não sei... vai dizer que você estava lendo este texto até agora esperando respostas? Não sou dono da razão, profeta ou qualquer outra espécie de 'adivinhador', daqueles que espera, mesmo que por alguns instantes, lhe parecer tão certo quanto as expectativas que já traz consigo, em um momento de solidão ou de procura por caminhos que não são tão evidentes quanto parecem ser.

O fato é que a felicidade está no cada um. É isso aí, o que lhe traz felicidade pode parecer entendiante para este que vos escreve. Mas nem por isso deixa de ser sagrado. Mudam-se as prioridades, os rumos e as necessidades, mantém-se os sonhos, as expectativas e o choque de realidades. Esta é a graça da vida. Pois seria muito chato ter todas as respostas. Assim como é muito inconveniente achar que chegou lá. Não, caro amigo, ao chegar lá, abre-se um leque de novas questões e caminhos que podem ser percorridos. E então, você irá se questionar novamente: 'o que faz você feliz? E começará do zero, pois assim somos nós. Complicados e ao mesmo tempo, perfeitinhos…

1 comentários:

Katinha MOra disse...

Lindo texto.

Realmente, cada um tem seus motivos particulares para chegar a Felicidade.

Acho que não importa como e sim, SER FELIZ !

: )