CLICKadinhas

º Comédia da Vida Privada!
Chego na loja de celulares para comprar um carregador de bateria. Ao indagar a vendedora sobre a disponibilidade do dispositivo, ela dispara: “Seu celular é Vivo ou Claro?”. COMO ASSIM? Será que as operadoras exigem a montagem de carregadores diferentes para o mesmo aparelho? Para ter certeza de que não participava de alguma pegadinha do Mallandro, ou coisa do tipo, virei as costas e fui embora, sem dizer mais uma única palavra. Em tempos de gente esperta (ou burra) demais e internet banda larga, qualquer cuidado é pouco.

º Importa Pra Quem?
Estranho como muitas vezes nos empolgamos com algo que só importa pra gente, não é mesmo? Tentamos compartilhar com o próximo na maior expectativa, mas ganhamos apenas um “LEGAL!”. Será que é culpa nossa? Não, meus caros, muito provavelmente a culpa é da tal proposta, que interessa única e exclusivamente a você, ou então, não é forte ou bacana o suficiente para tirar os demais da cadeira. Coloque o pé no chão novamente e vista a sandália da humildade. Um projeto só é bom o suficiente quando chama a atenção de duas ou mais pessoas, e não apenas daquele com quem você dialoga na frente do espelho...

º Querer Parecer!?
Parei de querer parecer mais inteligente do que realmente sou. Se vejo um quadro que utilizou uma técnica da qual nunca ouvi falar para ficar pronto, paro para ouvir seu autor explicar como chegou lá. Fazer-me de entendido já não faz parte do repertório deste ator que pouco tem a oferecer à sua plateia, quando o assunto é dramatização. Estou aqui para aprender e pelo que vejo, este aprendizado não terminará NUNCA. Melhor assim, certo? Deve ser chato pra caramba saber tudo... ou pior ainda, ACHAR que sabe.

º Um Bom Papo!
Encontrar amigos inteligentes, que se preocupem com não apenas aquilo que apenas os interessa, mas aquilo que parece interessar a todos, de um modo ou de outro, isso sim é revigorante. Ouvir novidades da política, da música, do cinema, por meio de pessoas esclarecidas, este é maior presente que podemos querer. Afinal de contas, estamos todos trocando experiências e informações, em busca daquilo que consideramos ideal para nos considerarmos plenamente aptos para o cotidiano. Mas sempre aparecerá alguém que irá tentar impor seu ponto de vista. Ignore. O único dono da verdade nasceu há séculos atrás e atende pelo nome de Paulo Maluf... RÁ!

Feliz Páscoa!

0 comentários: